Comunicação Persuasiva: a Fórmula Mágica

Se existisse o Santo Graal da Retórica seria, com certeza, como falar bem, ser compreendido e convencer. Existem várias fórmulas de conseguir uma comunicação eficaz.

Resultado de imagem para great speakers world champion

Mas se me perguntarem por uma fórmula mágica que dá assertividade a qualquer orador terei de responder em três passos simples:

Comunicação Persuasiva =  Boa Oratória+ Boa Argumentação+ Boa Comunicação Não-Verbal


  1. Boa Oratória (dicção, entoação, ritmo, volume e para-linguagem) 
  2. Boa Argumentação (raciocínio claro, coerente e estruturado com ideias bem formuladas e articuladas) 
  3. Boa Comunicação Não-Verbal (domínio da linguagem corporal, da expressão facial e da gestualidade)

No total, estas três variáveis somam uma comunicação capaz de impressionar qualquer auditório.
Enquanto retor, professor em Comunicação em Público esforço-me por desenvolver cada uma destas componentes nos alunos que formo.

Um orador que só domine a oratória dirá coisas vãs ou banais. Um orador que domine apenas a argumentação não terá capacidade de fazer-se escutar e compreender. E um orador que domine somente a comunicação não-verbal é inconsequente uma vez que o auditório notará a discrepância entre aquilo que é dito e aquilo que é mostrado.
Por exemplo, o orador poderá reclamar coragem ao seu auditório e simultaneamente emanar precisamente o contrário (sinais de timidez e vulnerabilidade), pela forma como se comporta.

Resultado de imagem para world speaking champion


Oratória, Argumentação e Comunicação Não-Verbal

Este é equilíbrio óptimo entre os três elementos interdependentes e essenciais que o transformarão desde um simples orador até um orador (muito) competente.

Retoricamente, bons discursos!


Mensagens populares deste blogue

Quantas palavras por minuto profere nos seus discursos?

Grandes Discursos: We Shall Fight on the Beaches de Winston Churchill

"Obrigado pela Vossa atenção"- Como Concluir o discurso sem ter que o dizer