Quantas palavras por minuto profere nos seus discursos?



Related imageSabia que, de acordo com o Guiness Book of Records, em média, pronunciamos 437.292. 000 palavras durante a nossa vida inteira? São quase 500 milhões de vocábulos. É claro que se uma pessoa viver 90 anos pronunciará mais palavras do que uma pessoa que viva 50 anos. Mas esse não é o único aspecto a considerar. O género também é relevante!

Num estudo publicado na revista Science, em 2007, James Pennebaker, da Universidade do Texas, concluiu que as mulheres falavam, por dia, uma média de 16.215 palavras e os homens, 15.669. Trata-se de uma diferença  residual que contraria o estereótipo de que as mulheres falam mais dos que os homens.

Related imagePara os oradores profissionais discursar é tão frequente e rotineiro que já definiram, ao longo dos anos, o seu número médio de palavras. Mas para qualquer orador conhecer a sua taxa de conversação ou ritmo oratório - isto é, o número médio de palavras que profere num minuto pode ser muito importante.
A prova disso é que se perguntarmos a alguém se fala muito depressa ou muito devagar, provavelmente a única resposta que terá é aquela derivada daquilo que as outras pessoas lhe dizem. Assim, normalmente temos ideia se falamos demasiado depressa ou demasiado devagar a partir de uma percepção subjectiva.

O problema é que, para melhorarmos a nossa oratória, não basta acreditar na perceção subjectiva. Afinal, haverá auditórios para os quais estamos a falar demasiado depressa, enquanto perante outros auditórios, o mesmo ritmo de discurso será considerado como muito devagar. Isto tem a ver com questões culturais e sociolinguísticas.

Temos, assim, de procurar uma percepção objectiva do nosso ritmo oratório.

Como calcular o seu ritmo oratório

Determinar o ritmo oratório pode ser o primeiro passo para melhor adaptar a proferição do seu discurso ao seu auditório. Fazê-lo é muito simples.


Ritmo Oratório= número total de palavras/ tempo

Para conhecer o seu ritmo oratório faça o seguinte: prepare uma pequena apresentação  (por ex: a descrição do seu passatempo favorito). Grave, com o seu telemóvel, essa apresentação.Vá buscar  um cronómetro e, durante 1 minuto, fale da forma habitual.
Agora, só tem de ouvir a gravação áudio e contar o número de palavras. Fica, assim, a saber, o seu ritmo de fala. Existem também apps que determinam este ritmo de forma automática.

Como saber se falo muito depressa/muito devagar?

Considera-se que o ritmo oratório médio se situa entre as 140 e as 160 palavras por minuto! A partir das 160 palavras o auditório terá já muita dificuldade para compreender nitidamente todos os fonemas e, simultaneamente, compreender as ideias que escuta.

Por exemplo, estima-se que Al Gore tenha um ritmo oratório mais lento (133 palavras/minuto) do que Steve Jobs (158 palavras/minuto), por exemplo.

Este intervalo entre as 153 e as 168 palavras por minuto são apenas referências. Ajudam-se a estabelecer um padrão rítmico. Isso não significa que quem fale mais rápido seja melhor comunicador. Cada orador tem o seu próprio ritmo e não é o ritmo, por si só, que determina o efeito que o orador possui no seu auditório!

E, caro leitor, quantas palavras, em média, profere?


Retoricamente, bons ritmos oratórios!



Mensagens populares deste blogue

Grandes Discursos: We Shall Fight on the Beaches de Winston Churchill

O Método de loci- uma das mais eficazes técnicas de memorização

Apresentações Multimédia: vantagens e desvantagens