Como conseguir o Máximo Efeito através do uso de Dados Estatísticos -Parte II

Image result for estatisticas
Na segunda parte do post dedicado a retirar o máximo da utilização de dados estatísticos, irei ensinar a melhor maneira de apresentar os dados.

Não é apenas os números e percentagens que o orador avança, é também a forma como o faz que irá determinar o seu mais ou menor contributo para uma comunicação eficaz.

Conseguir o Máximo Efeito de Dados Estatísticos

É verdade que os factos falam por si. Contudo, cabe ao orador demonstrar porque esses factos estatísticos são realmente importantes para o auditório. Ficam aqui algumas pistas para realçar a Estatística e torná-la, não tanto um acessório para um argumento forte do seu discurso.


Sublinhe a sua importância- Por vezes, a única altura em que os dados são mencionados é quando são apresentados. Porém, se eles forem o centro do seu discurso (ex: reunião de vendas) isso é desvalorizar aquilo que mais interessa ao auditório. Pode, por exemplo, antecipar os números durante o seu discurso: "Daqui a pouco irei revelar números chocantes que irão fazê-los mudar de ideias quanto a....". Ou, outra possibilidade: "Aquilo que quero que se recordem desta apresentação é dos seguintes dados..."


Related imagePause imediatamente antes de a apresentar - Frequentemente, os números desaparecem da mente do auditório tão rapidamente como chegaram: num ápice. Assim, quando lançamos dados inesperadamente e passamos por cima delas, será sensato esperar que as pessoas se lembrem deles? Claro que não! A melhor maneira de assegurarmos que alguém vai prestar atenção à estatística é o orador prestar muita atenção à sua apresentação. Assim, antes de referir os números ou percentagens, faça uma pequena pausa. Esta irá permitir ao auditório preparar-se para escutá-los com o máximo cuidado e, simultaneamente, cria um suspense que adensa o interesse por esses mesmos dados!


Articule as sílabas fonéticas de forma clara e fale "com tempo"- Falar pausadamente não apenas torna mais percetível a enunciação dos dados, como ainda lhes confere importância tácita. O auditório assume sempre que aquilo que é mais importante é aquilo que é dito com atenção e tempo. Sempre que o orador fala a correr sobre algum tópico, está, sem querer, a dizer ao auditório que esse pormenor não é assim tão fundamental que justifique deter-se nele de forma mais prolongada.

Pause imediatamente após enunciar os dados estatísticos- Se um pequeno silêncio antes da estatística cria suspense e interesse, um pequeno silêncio após a sua enunciação vem corroborar a importância que o orador lhe confere. E, novamente, permite ao auditório algum tempo para interiorizar e reflectir sobre aquilo que acaba de escutar.

Não se esqueça de gesticular  de forma a reforçar a importância e impacto dos dados - Dados de grande magnitude e consequências são melhor transmitidas se a comunicação não-verbal concordar com eles. Assim, dados de grande importância merecem gestos grandiosos: por exemplo, alargar a gesticulação dos braços ou abrir bem as mãos reforça a sensação de dimensão e volume que os próprios dados já possuem.

Utilize a seu favor as expressões faciais - Na sequência da dica anterior, abra os olhos e permita a sua expressão facial concordar (logo, salientar) a magnitude dos dados estatísticos. 

Image result for estatisticasCaso se justifique, use uma apresentação multimédia (ex: PowerPoint) para ilustrar os números a que se refere - Como vimos na Parte I, na tarefa de tornar uma determinado aspecto da realidade algo mais concreto, os dados são essenciais. Do mesmo modo, mostrar um gráfico ou usar uma fotografia a comprovar um determinado dado estatístico irá tornar mais imediata e acessível a compreensão dos  números que apresenta ao auditório. As imagens, figuras ou gráficos juntam-se às palavras tornando o seu conteúdo visível e imediato.

Não se esqueça de que o slide deve ser o mais simples possível: o elemento central é o gráfico ou o elemento estatístico. É ele que o vai ajudar a retirar o máximo possível da sua apresentação ajudando a provar o seu ponto de vista.




Estatisticamente, Bons Discursos!


Mensagens populares deste blogue

Grandes Discursos: We Shall Fight on the Beaches de Winston Churchill

Quantas palavras por minuto profere nos seus discursos?

O Método de loci- uma das mais eficazes técnicas de memorização